default_mobilelogo

TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO!

O alto índice de acidentes de trânsito tornou-se hoje uma preocupação em âmbito nacional. Por isso, um grupo de professores, educadores, jornalistas, escritores e demais cidadãos, sensibilizado com a grave situação que permeia o nosso trânsito, criou a ABETRAN, visando reduzir os acidentes por meio da educação no trânsito.

A Associação Brasileira de Educação de Trânsito (ABETRAN), tem como missão primordial a “Educação no Trânsito”. Por meio de palestras, blitze, cursos e projetos educacionais os cidadãos tomam conhecimento das leis do trânsito e das leis morais (o bom senso) que conduzem a vida em uma sociedade organizada. O objetivo é a mudança de comportamento desses cidadãos no que diz respeito ao trânsito, ou seja, conhecendo melhor seus deveres e direitos para que possam, assim, colocá-los em prática.

A ABETRAN trabalha conjuntamente a outros órgãos governamentais e não-governamentais, realizando campanhas educativas nas escolas, empresas, ruas, bares e restaurantes (locais onde o consumo de bebidas alcoólicas é mais freqüente) e outros. Para realizar esse trabalho, a ABETRAN conta com o apoio dos cidadãos atuantes na causa e também das empresas privadas e instituições públicas que se fizerem parceiras e que já tiverem adotado a consciência da “Responsabilidade Social”.

Os projetos da ABETRAN visam à elaboração de materiais informativos (folders, outdoors, jornais, apostilas, CDs e DVDs) que serão utilizados em palestras nas empresas, blitze, escolas, seminários e eventos em geral sobre o trânsito. O objetivo é a orientação da população, buscando a mudança de postura de condutores e pedestres quando necessária. Outro importante objetivo é a contribuição na elaboração e aplicação da legislação referente à educação no trânsito.

A ABETRAN tem lutado por leis mais eficazes como acontece, por exemplo, na Alemanha e nos Estados Unidos, onde o criminoso realmente responde pelo crime cometido, principalmente em se tratando dos casos de morte.O trabalho é da sociedade em geral e não apenas do governo. Somente com a união de forças e por meio da educação se poderá alcançar um trânsito pacífico, com menos mortes e com mais cidadãos conscientes, isto é, que prezam pela vida .